terça-feira, 20 de setembro de 2016

Confira como foi a 3ª edição do Sarau Do Coletivo Cultural Rio da Prata

A 3ª edição do Sarau Do Coletivo Cultural Rio da Prata que aconteceu no dia 14/09 na Lona Cultural Elza Osborne, contou com a participação de coletivos culturais como: Coletivo MPB; Sarau Os Descabelados, Aya – Caravana da Ousadia Literária; Artes.com; Centro de Convivência e Cultura da Zona Oeste. Poetas: Eduardo Ribeiro; Bruno Silva; Eliana Marcelina ; Creuza Reis; Rosangela de Carvalho; Paulo Ataíde e Fabiano Cunha.
Músicos e Bandas: DSD; Crispy Rio Brass Band; Luiz Cláudio; Lucas Patrick; Thiago Ribeiro; Nathalia Abrantes; Rubinho; Leonardo de Araújo e do performático Patrick Ferreira.


O Sarau do Coletivo Cultural tem como seus organizadores Silmo Prata, Alice Franco e Sergio Alves e agradeceram imensamente pela presença e carinho dos amigos que compareceram a este evento.

A cultura da Zona Oeste se fortalece a cada dia, alicerçando seus rumos contribuindo assim para a construção de um sólido patrimônio cultural na nossa querida Zona Oeste.






Foi um dia de grandes energias positivas. 









quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Vem aí a Zona Oeste Sul e a Zona Oeste Norte.


Esqueçam o Extremo Oeste! A moda agora é ser ou não ser: Zona Oeste Norte.
O projeto de lei do Vereador Marcelino D’Almeida que foi aprovado em primeira discussão pela Câmara Municipal, cria a Zona Oeste Sul e a Zona Oeste Norte.
Na Zona Oeste Sul ficaria Barra, Recreio e Jacarepaguá e na Zona Oeste Norte, Bangu, Campo Grande e Santa Cruz.
E agora, ser ou não ser Zona Oeste Norte?

Eis a questão!

Nova modalidade Paralímpica em Itaguaí – “Caminhada com obstáculos”.


Apesar do esforço da Prefeitura de Itaguaí em modernizar e urbanizar a cidade com novas praças e calçadas, algumas calçadas estão com problemas na acessibilidade.


Uma delas é a falta de rampas de acesso e sinalização tátil complicada e com obstáculos, como a foto acima.

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Vamos tomar um café? A Zona Oeste quer mais Padarias Gourmet


Tomar café é um hábito do brasileiro, chamar um amigo para tomar um café é sinônimo de afeto, amizade e carinho, mas ir a uma padaria daquelas que tem todos os tipos de guloseimas, com aquele aroma de café propagando-se pelo ar é muito prazeroso.

A moda agora é ir a uma boa padaria, de preferência uma padaria gourmet e saborear um “brunch” um misto de café da manhã com almoço. Antigamente as pessoas iam à padaria comprar pão para comer em casa, hoje preferem ir a uma padaria e lá fazer sua refeição matutina, vespertina ou noturna.

No Rio de Janeiro ainda são poucas as opções, enquanto que em São Paulo e Porto Alegre é comum ver padarias gourmet em vários locais e quase sempre cheios, mas aqui no Rio de Janeiro, já é bem crescente a tendência, na Zona Sul, parte da Zona Norte e Barra.

Na Zona Oeste (Padre Miguel, Bangu e Campo Grande) já existem algumas padarias que se parecem com padarias gourmet, mas são bem poucas as opções e as que existem apesar de terem boa aceitação, precisam melhorar e se expandir.

Deveríamos ter mais opções na Zona Oeste.

Campo Grande, por exemplo, está precisando de uma padaria gourmet na Estrada do Cabuçu entre as ruas Olinda Ellis e a Av Belmiro Valverde ou mais próximo da Av Cesário de Melo; Bangu tinha que ter uma nas imediações da Rua da Feira e em Santa Cruz uma próxima ao Shopping.

Vamos torcer então para que outras Padarias Gourmet surjam na Zona Oeste e que possamos nos encontrarmos por lá. 


E aí, vamos tomar um café?

UEZO fará ato em defesa do Ensino Superior Estadual

A defesa da autonomia universitária, a manutenção do financiamento da educação superior pública, a situação econômica e política do país...