segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Crônica - Meu nome ia ser Silver ou Silber


Minha mãe conta que quando eu nasci meu pai queria colocar meu nome de Silver, porque naquela época tinha um filme chamado Justiceiro Mascarado (Lone Ranger) que era um Cowboy que usava uma máscara negra e tinha um cavalo branco que se chamava Silver; quando o Justiceiro Mascarado saia em galope soltava um grito: "HI-YO Silver!”.
Já pensou como eu ia ser zoado? "HI-YO Silver!”
Minha mãe reclamou e meu pai veio com outra pérola, _ Por que não Silber? É o nome de uma loja de joias que tem lá na cidade.
Até ai tudo bem!
Minha mãe então resolveu criar um nome parecido com Silver ou Silber. 
Tenho dois irmãos mais velhos Ronaldo e Selmo, ela pensou, pensou, tirou o “e” do Selmo e colocou “i” ficou Silmo, não contente, tirou os dois “os” de Ronaldo e colocou “is” ficando Rinaldi, colocou o "de Paula" que é o sobrenome dela e o "Prata" que é do meu pai, ficando Silmo Rinaldi de Paula Prata.
Agora pensando bem, não ia ficar feio o Silver ou Silber, meu pai iria lançar o bilinguismo no nome, pois se meu nome fosse Silver, hoje em dia seria Silver Prata (Silver é Prata em inglês) e se fosse Silber, hoje sereia Silber Prata (Silber é Prata em alemão) então eu tinha mesmo que ser Prata em português, inglês ou alemão.

Uma coisa é certa, "não sou ouro nem lata, sou simplesmente Silmo Prata".

Aniversário de Campo Grande - RJ

Campo Grande faz 414 anos no dia 17/11 e diversas atrações estão sendo planejadas para esta homenagem.  No Espaço Compositor Adelino M...