quarta-feira, 22 de agosto de 2018

• Caminhando e Conhecendo a história da Zona Oeste


Se você quer conhecer as belezas e as histórias da Zona Oeste, que tal participar de uma caminhada cultural?
O turismo a pé para conhecer a história de um local está virando tendência e a Zona
Oeste já conta com diversos roteiros para aproveitar uma boa caminhada e conhecer um pouco mais sobre cada região.

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

IV Encontro Internacional de Acordeons do Rio de Janeiro

Será realizado no dia 20 de outubro de 2018, o IV Encontro Internacional de Acordeons do Rio de Janeiro, organizado pela VIDA Feliz, no Centro Municipal de Referência da Música Carioca Artur da Távola, à Rua Conde de Bonfim, 824, na Tijuca.
Teremos acordeonistas de vários países, dentre eles: República Tcheca, Argentina, Uruguai, Colômbia e Chile. Renomados acordeonistas do Rio Grande do Sul, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Minas Gerais e do Rio Janeiro também estarão abrilhantando o evento com suas vaneiras, seus xotes, baião, marcha e toada.
O evento será realizado em duas sessões, sendo a primeira às 16 horas e a segunda às 19 horas. Os convites, a R$ 20,00 cada, já podem ser reservados através do telefone 3427-3487 ou, através do e-mail: contato@vidafelizrj.org Produtor e Diretor: Morais do Acordeon; Direção Musical: Cris Morais; Coordenação Geral: Ieda Thomé; Organização: VIDA FELIZ Av. Gaspar de Lemos, 12 fundos, Ilha de Guaratiba, Rio de Janeiro, RJ CEP 23.020-110 E-mail: contato@vidafelizrj.org Site: www.vidafelizrj.org Tel: (21) 3427-3487
O projeto visa convidar acordeonistas de vários países a comparecer em data pré- determinada para uma única apresentação com o objetivo de oferecer um intercâmbio cultural com os vários ritmos e contextos musicais, cada um com sua performance específica. A apresentação dos 25 acordeonistas será realizada, de preferência, no Centro Municipal de Referência da Musica Carioca Artur da Távola, na Tijuca, com capacidade para 200 pessoas, em 2 sessões. Como produtos culturais derivados serão editados workshop, revista com biografia dos acordeonistas, programação e roteiro de apresentação; e documentário da tradição do uso do acordeom. O público alvo são os idosos das diversas instituições do Rio de Janeiro e seus familiares.
O acordeom no Brasil foi muito difundido, na década de 1950 era comum encontrar até 2 acordeons na mesma casa. Esse instrumento com várias configurações se adaptou com a cultura de todos os povos, quer seja em sua música popular folclórica ou erudita. Nos anos 60 com o advento do rock o acordeom perdeu muito de sua força. Hoje o instrumento está difundido e apreciado em todas classes sociais sendo apreciado em festas populares e em teatros com orquestras, executando belíssimas peças de concerto por exímios acordeonistas amadores e profissionais. Assim sendo se quer com esse evento a preservação cultural do acordeom. Vida Feliz - associação de atendimento, apoio, valorização e orientação à terceira idade, dedicada a atenção de idosos, sem fins lucrativos, administrada por um Conselho Diretor integrado por voluntários, tem a missão de reunir pessoas acima de 60 anos de idade, sem qualquer discriminação, para convivência, realizações, criações, aprendizado com pessoas de mesmos interesses, criando condições para promover sua autonomia, integração e participação efetiva na sociedade, em que desenvolvem as atividades físicas, culturais, lúdico-recreativas e educacionais.
As atividades, além de proporcionar momentos prazerosos e retirar o idoso da ociosidade, envolvem questões importantes como estímulo dos mecanismos cognitivos (memória, atenção, percepção, raciocínio, julgamento, criatividade), integração intra e interpessoal, e possibilita, dependendo da atividade proposta, o estímulo dos movimentos motores.
Os idosos têm a necessidade e o direito de sentirem-se bem e importantes no meio em que vivem. Para isso as ações devem ter como objetivo maior a integração do idoso ao seu meio, procurando mantê-lo com o máximo de capacidade funcional e independência física e mental, na tentativa de evitar ou minimizar as consequências das doenças crônicas sobre o organismo. Desta forma que a organização do Encontro Internacional de Acordeons está plenamente justificada com nossa missão, na perspectiva de garantia de acesso a atividades que propiciem qualidade de vida, disponibilizando atividades socializadoras, informativas e recreativas, através de sua inclusão em programas e projetos sociais. Portanto, a proposta de realização deste evento vem de encontro à necessidade desta demanda, bem como das expectativas levantadas com diagnostico da realidade, enquanto instrumento de relevância para a melhoria dos serviços prestados e consequentemente melhoria da qualidade de vida de nossos cidadãos e à construção de políticas públicas de inclusão direcionada a terceira idade, na qual se justifica o projeto.
VIDA FELIZ - Associação de Atendimento, Apoio, Valorização e Orientação à Terceira Idade
CNPJ 07.027.476/0001-65
www.vidafelizrj.org
Av. Gaspar de Lemos, 12 fundos, Ilha de Guaratiba, CEP 23.020-110, Rio de Janeiro, RJ

terça-feira, 7 de agosto de 2018

1ª Audiência Pública de Cultura na Zona Oeste

Ontem seria realizada a 1ª Audiência Pública de Cultura na Zona Oeste, no SerCidadão em Santa Cruz, mas devido aos problemas de segurança que afetam a cidade do Rio de Janeiro, em especial o bairro de Santa Cruz, o evento foi transferido para o bairro de Campo Grande.

Com a mudança de local, não houve tempo hábil para que as autoridades que participariam do evento comparecessem, sendo feito apenas uma roda de diálogos e o levantamento das propostas que serão levadas para a 1ª Audiência Pública de Cultura na Zona Oeste, que acontecerá entre os meses de setembro e outubro.
Você ainda pode participar!
O que você pode fazer para construção de cidadania cultural na Zona Oeste?

Condomínio Jambalaia foi implodido na manhã de hoje

Os cinco edifícios abandonados e ocupados irregularmente no bairro de Campo Grande próximo a Estrada do Campinho, foram desocupados e im...