quarta-feira, 31 de agosto de 2016

3ª Edição do Sarau do Coletivo Cultural


O Coletivo Cultural Rio da Prata realizará o seu 3º Sarau no dia 14 de setembro de 2016 na Lona Cultural Elza Osborner em Campo Grande a partir das 19h.

O primeiro evento foi realizado no dia 01 de julho de 2016 no Bar Churrasquinho do Vascão, na Vila Jardim e contou com a participação do CEDICUN que realizou um desfile de turbantes.
  
No segundo Sarau, realizado no dia 04 de agosto de 2016, no SINPRO (Sindicato dos Professores) em Campo Grande RJ, a novidade foi o Papo Coletivo onde dois poetas foram entrevistados: Bruno Black e Eduardo Ribeiro.
Sergio Alves entrevistou Bruno Black                                                                            Silmo Prata entrevistou Eduardo Ribeiro


Nesta terceira edição do Sarau que será realizada no dia 14 de setembro de 2016, na Lona Cultural Elza Osborne em Campo Grande, teremos a participação especial de: Elaine Marcelina do Projeto Aya - Caravana da Ousadia Literário; o Centro de Convivência e Cultura da Zona Oeste, ligado a Superintendência de Saúde Mental SMS RJ, junto com a psicóloga Janaina e a Banda DSD (Direito, Sociedade e Democracia) que vem despontando a cada dia na Zona Oeste.
Banda DSD - Arnaldo Passos; Flávia Melo; Leonardo Araujo e Luiz Cláudio

O Coletivo Cultural surgiu a partir das discussões em torno de se quebrar barreiras para que a cultura chegue a todos de uma maneira descomplicada tanto para quem faz como para quem aprecia.


A ideia do Coletivo Cultural é reunir pessoas e ou grupos que organizam atividades culturais como: festas, festivais de musica / poesia, exposições, feiras, dança, peças de teatro e até caminhadas culturais, tornando possível a junção de diferentes segmentos artísticos numa mesma apresentação, mostrando as pessoas que todos podem participar; que a cultura está ao alcance de todos. 

Participe você também! Venha prestigiar! O microfone estará aberto a todos que queiram expressar a sua arte, mostrar o seu talento, falar de sua atividade artística. 

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Conexão Zona Oeste por Silmo Prata: Vamos prestigiar os Jogos *Paralímpicos?

Conexão Zona Oeste por Silmo Prata: Vamos prestigiar os Jogos *Paralímpicos?: As Olimpíadas terminaram e deixarão saudades, mas os jogos Paralímpicos estão ai, daqui a duas semanas e trará de volta a emoção aliada ...

Vamos prestigiar os Jogos *Paralímpicos?


As Olimpíadas terminaram e deixarão saudades, mas os jogos Paralímpicos estão ai, daqui a duas semanas e trará de volta a emoção aliada a superação.
As Paralimpíadas contarão com 23 modalidades Paralímpicas em 11 dias de competição; 528 provas que valerão medalhas. serão 225 provas femininas, 265 masculinas e 38 mistas.
Vamos prestigiar esses exemplos de garra e superação
Venha vibrar e se emocionar com a Paralimpíadas 2016 nos dias 7 a 18 de setembro 2016

PRESTIGIE ESTE EVENTO. Adquira seu ingresso, veja como aqui. 
https://www.rio2016.com/paralimpiadas/esportes



*Curiosidade: O nome Paraolímpico foi modificado para Paralímpíco, para igualar ao uso de todos os outros países de Língua Portuguesa. A mudança foi anunciada em novembro de 2011, durante o lançamento da logomarca dos Jogos Paralímpicos de 2016.

sábado, 20 de agosto de 2016

Caravana da Ousadia Literária


Aconteceu no dia 27/07 no Passeio Shopping a 1ª edição do evento: “Caravana da Ousadia Literária” idealizada pela escritora Elaine Marcelina com a participação dos poetas Dalberto Gomes; Ana Cruz; Francisca Pereira e Silmo Prata.

Durante o evento os artistas convidados falaram sobre seus livros, recitaram poesias e incentivaram novos poetas a mostrarem o seu potencial, pois na Zona Oeste existem muitos poetas que ainda estão escondidos como é o caso do aluno (Guilherme) do Colégio Estadual Vilma Atanázio que perdeu a timidez e recitou dois poemas seus.

O próximo evento está marcado para o dia 26 de agosto às 16h no Passeio Shopping

sábado, 13 de agosto de 2016

Notícias da Zona Oeste - E a Cultura, Crivela?



E a Cultura, Crivela?




O Grupo dos Treze trouxe para seu almoço mensal o candidato a Prefeito, Senador Marcelo Crivela. O candidato foi sabatinado sobre seus planos para a Zona Oeste onde falou sobre a saúde, citando o Rocha Faria dizendo que se eleito garantirá maiores recursos para gerir o hospital; quanto a mobilização urbana, fará a reestruturação das vias seguindo os projetos apresentados pelo Grupo dos Treze e quanto a ordem pública, aumentará o efetivo da Guarda Municipal em Campo Grande. Em seu discurso, disse que pediria opinião de políticos para indicar o futuro sub prefeito para a Zona Oeste. Discurso esse que foi rechaçado pelos ouvintes que não querem pessoas que não tem nenhum comprometimento com a região na sub prefeitura e que são apenas indicações políticas.



Quando foram abertas as perguntas aos ouvintes, Jessé Cardoso, do Folha da Terra, fez uma pergunta que foi prontamente respondida, logo depois eu perguntei sobre seus planos para a Cultura na Zona Oeste, visto que estamos precisando de um local público para exposições e eventos culturais onde os novos grupos possam realmente se apresentar sem muita burocracia; Neste momento ele quis saber se não tinha mais ninguém para fazer perguntas e a Srª Sandra Regina, do Lions Club, fez também uma pergunta que foi prontamente respondida, em seguida começou a se despedir; foi quando perguntei: E a Cultura, Crivela? E todos perguntaram e a Cultura, Crivela? 


O Senador pensou, pensou, divagou sobre o assunto e não respondeu.

Fica aqui então a minha pergunta: E A CULTURA, CRIVELA?



quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Medalha da Ordem dos Cavaleiros Honorários do RPMont



Foi realizado no dia 03/08/2016 a solenidade de entrega da Medalha da Ordem dos Cavaleiros Honorários do RPMont, entre os homenageados estavam o Cartunista Fernando Teixeira; a Veterinária Sandra Neves e o Advogado Mauro Pereira. 




Durante a cerimônia, as autoridades receberam o título de Cavaleiros Honorários, passando a integrar a Ordem dos Cavaleiros Honorários


Segundo o comandante do RPMont, a medalha é entregue para personalidades civis e militares que trabalham em prol do bem comum e da sociedade. 

A Tocha Olímpica na Zona Oeste



A Tocha Olímpica passará por Campo Grande, Bangu, Padre Miguel, Realengo, Magalhães Bastos, Vila Militar e Deodoro.

No dia 04/08 feriado municipal no Rio de Janeiro, o revezamento da Tocha Olímpica acontecerá nos bairros da Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Campo Grande, Bangu, Padre Miguel, Realengo, Magalhães Bastos, Vila Militar e Deodoro na Zona Oeste do Rio, depois ela irá para a Vila Valqueire, Oswaldo Cruz, Madureira, Centro, Jardim Botânico, Lagoa, Ipanema e Copacabana.

Pela manhã, sete atletas Olímpicos participam de um revezamento em casa, a Vila Olímpica da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Na sequência, o surfista Rico Souza, um dos maiores nomes do surfe no Brasil, também terá a chance de conduzir a tocha no quintal: em cima da prancha, na Praia da Macumba.

O trajeto na Zona Oeste será:

Barra e Recreio (Manhã)
Av. Lucio Costa e Av. Do Pepê.

Campo Grande (Tarde)
Rua Olinda Elis (Centro Esportivo Miécimo da Silva), Estrada do Cabuçu. Av. Cesário de Melo, Rua Arthur Rios, Av Santa Cruz.

Bangu, Padre Miguel, Realengo, Magalhães Bastos, Vila Militar e Deodoro (Tarde)
Rua da Feira, Rua Francisco Real, Av. Santa Cruz, Estrada General Canrobert da Costa, Av. Duque de Caxias.

www.rio2016.com/noticias/chama-olimpica-chega-ao-rio-de-janeiro-para-primeira-parte-de-revezamento

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Crônica - Meu nome ia ser Silver ou Silber


Minha mãe conta que quando eu nasci meu pai queria colocar meu nome de Silver, porque naquela época tinha um filme chamado Justiceiro Mascarado (Lone Ranger) que era um Cowboy que usava uma máscara negra e tinha um cavalo branco que se chamava Silver; quando o Justiceiro Mascarado saia em galope soltava um grito: "HI-YO Silver!”.
Já pensou como eu ia ser zoado? "HI-YO Silver!”
Minha mãe reclamou e meu pai veio com outra pérola, _ Por que não Silber? É o nome de uma loja de joias que tem lá na cidade.
Até ai tudo bem!
Minha mãe então resolveu criar um nome parecido com Silver ou Silber. 
Tenho dois irmãos mais velhos Ronaldo e Selmo, ela pensou, pensou, tirou o “e” do Selmo e colocou “i” ficou Silmo, não contente, tirou os dois “os” de Ronaldo e colocou “is” ficando Rinaldi, colocou o "de Paula" que é o sobrenome dela e o "Prata" que é do meu pai, ficando Silmo Rinaldi de Paula Prata.
Agora pensando bem, não ia ficar feio o Silver ou Silber, meu pai iria lançar o bilinguismo no nome, pois se meu nome fosse Silver, hoje em dia seria Silver Prata (Silver é Prata em inglês) e se fosse Silber, hoje sereia Silber Prata (Silber é Prata em alemão) então eu tinha mesmo que ser Prata em português, inglês ou alemão.

Uma coisa é certa, "não sou ouro nem lata, sou simplesmente Silmo Prata".

Agora é a vez da Festa Literária de Santa Cruz - FLISC

            A FLISC é um evento literário jovem, com diversas atividades e atrações e que visa fortalecer e incentivar a leitura e cultur...